quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Rosa



Eu vivo em mundo cor de rosa com amarelo limão. Depois de cinco meses de espera Mamãe Kelly e eu descobrimos que nosso bebê é uma menina. O que pra alegria de todos foi a melhor notícia do ano. Todos contavam ou ansiavam uma menina, só eu na verdade tinha sempre certeza. É estranho explicar mas eu sempre soube que era uma menina, não tem mandinga, nem bruxaria, eu só sabia que era uma menina e Mamãe Kelly queria tanto uma menina que nunca nos preparamos pra um menino.

Eu não consigo explicar, eu sempre soube, como já disse, mas, conceber a realidade disso foi diferente pra mim. Eu não aguentei, chorei. E eu não queria, não quero que minha princesinha veja o pai chorando (mesmo que da barriga da mamãe). Quero ser alguém melhor, mais forte, alguém em quem ela possa se espelhar, confiar e contar para tudo. Sei que ter chorado naquele momento não me diminui perante minha filha, mas quero começar desde já. Não quero que a mãe dela me veja chorando, já chorei muito. Agora é só alegrias e sorrisos.

Eu já vi tudo, o quarto rosa, lilás, amarelo limão, roxo, todas as cores que a mãe dela gosta. Todas as matizes que ela quiser, porque nossa bonequinha merece um mundo feliz e colorido. Quero que ela saiba que papai e mamãe amam ela mais que tudo, quero que ela saiba que é a razão da vida do papai. Quero que ela nasça e saiba que vivemos para ela, que ela é o resultado de um amor que foi lindo e ela será muito amada por todos.

Me perco em pensamentos e imagens, mãozinhas, pézinhos, roupinhas nas lojas, tudo pra mim é motivo para sorrisos. Essa princesinha que vai ser a mais linda do mundo, tornou a vida do papai e da mamãe em algo maravilhoso. Obrigado meu amor, minha princesinha.

Babinhas da princesinha pra todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário